Algemas & Correntes.

É engraçada a opinião dos operadores do Direito quanto ao uso de algemas e correntes aos presos condenados. Há dez ou mais anos atrás ninguém levantava a voz quando uma pessoa era detida pela prática de crime e o policial colocava as algemas, para conduzi-la.

O mesmo acontecia no Tribunal do Júri, quando o réu ficava sentado em uma cadeira e tendo ao seu lado dois Policiais Militares, para garantir que o mesmo não tentasse nenhuma ação despropositada. No fórum, quando o acusado preso em flagrante ou preventivamente se apresentava perante o Juiz para ser interrogado ou participar de audiência de inquirição de testemunhas, idêntica cautela era adotada com a presença vigilante dos policiais e não raras vezes, com algemas em seus pulsos.

Episódio sempre lembrado pelos profissionais mais antigos ocorreu em uma comarca próxima de Maringá com a então Promotora de Justiça Dra. Erecê Hapner

na sala de audiência do fórum, quando da inquirição das testemunhas e estando o réu presente algemado com uma das argolas em seu pulso e outra num Policial Milita sentada em uma cadeira colocada atrás da Promotora.

De repente num gesto inesperado  e com um estilete na mão sem algema tentou com violência desferir uma estocada com a arma improvisada na nuca da sua acusadora, só não conseguindo o intento letal porque o PM algemado ao agressor instintivamente o puxou pela corrente e impediu a consumação do ato.

É o velho ditado: vale mais prevenir do que remediar. Ninguém sabe o que se esconde nos corações humanos. Só que naquela época a Justiça Criminal  tinha no rol de sua “clientela” pessoas pobres e socialmente inexpressivas, portanto o uso de algemas e correntes não importava nem aos advogados e muito menos à sociedade.

Com a Operação Lava Jato e outras desencadeadas pela Justiça Federal, inaugurando um marco milionário para os profissionais do ramo e por envolver políticos e empresários de destaque no cenário nacional, começaram os gritos e insurgências contra o uso de algemas e presenças de policiais ao lado dos réus nas sessões do Tribunal do Júri e demais audiências.

Vale mais o bem estar do acusado do que a prevenção exigida para resguardar a vida e a integridade física dos agentes do Estado. E agora se chegou ao cúmulo de pretender responsabilizar o Juiz Sérgio Moro e os Policiais que escoltaram o preso condenado Sérgio Cabral, pelo uso de algemas e correntes quando de seu traslado do presídio do Rio para Curitiba.

Esqueceram os defensores que cabe aos prepostos do Estado zelar pela integridade física do preso, sendo o uso de algemas a medida mais eficaz para evitar ações tresloucadas do preso. Pretender que todo o condenado para ser transportado de uma unidade prisional para outra seja feita dentro de uma redoma de vidro, sem duvida é querer ser mais realista do que o rei.
Ou simplesmente porque vive nas nuvens...


“O Direito Penal está mudando na medida em que os políticos e pessoas influentes estão se tornando réus. O uso de algemas e de escolta policial serve para prevenir ações e resguardar a integridade física do preso. Só não se submete há tal “constrangimento” quem não se envolve em práticas criminosas”.
Edson Vidal Pinto

Guie-se

GUIE-SE

  • Pessuti Advogados
    Av. Candido de Abreu, 470 sala 2407, Ed. Neo Business, Curitiba - PR
    Telefone: (41) 3353-1566

  • Kanayama Sociedade de Advogados
    R. Mal. Deodoro, 344, 6º andar, Centro, Curitiba - PR, CEP 80010-909
    Telefone: (41) 3322-6094 www.kanayama.adv.br

  • Arns de Oliveira & Andreazza Advogados Associados
    Av. Cândido de Abreu, 427 cj. 706, Centro, Curitiba -PR
    Telefone/fax (41) 3254.1814
  • Cal Garcia  Advogados  Associados
    Rua Visconde do rio Branco, 1630 , sala 110. Centro, Curitiba, Paraná
    Telefone: (41) 3322-1485
  • Dotti & Advogados Associados
    Rua Marechal Deodoro, 497, 13º andar, Centro, Curitiba - PR
    Telefone: (41) 3306-8000 - Fax (41) 3306-8006

  • Assis Gonçalves – Kloss Neto Advogados Associados
    Rua Henrique Itiberê da Cunha, 811, Bom Retiro, Curitiba - PR, CEP 80520-120
    Telefone: (41) 3029-0515 - www.agkn.com.br
  • Fernando Rocha Maranhão & Advogados Associados
    Rua Pres. Carlos Cavalcanti, 1210, São Francisco, Curitiba - PR
    Telefone: (41) 3233-9573
  • Manoel Caetano Advocacia
    Rua Colombo, 780, Ahú, Curitiba-PR
    Telefone: (41) 3353-5253
  • Arruda Alvim, Aragão, Lins, Sato & Vasconcelos – Advocacia e Consultoria Jurídica
    Rua Hildebrando Cordeiro, 30 - Ecoville, Curitiba - PR, 80740-350
    Telefone:(41) 3336-1323 e 3301-3800 - www.aalvim.com.br

  • Advocacia Correa de Castro & Associados
    Rua Marechal Deodoro, 500 - 3º e 4º andares - Centro - Curitiba - PR - Brasil - 80010-010
    Telefone: (41) 3224-6931 - Fax: (41) 3225-1555 / 3233-3691
    Rua Rodrigo Silva, 18 - sobreloja - Centro - Rio de Janeiro - RJ - Brasil - 20011-040
    Telefone: (21) 3529-7217 - Fax: (21) 3549-7218

  • Grupo Jurídico L.F. Queiroz & Advogados Associados
    Rua Marechal Deodoro, 235 – 12º andar, Centro, Curitiba - PR
    Telefone: (41) 3224-2709

  • Bretas Advogados
    Rua Emiliano Perneta 424 Sl 13   
    Fone (41) 3022-5867 - www.bretasadvocacia.com
  • J.N. Miranda Coutinho & Advogados
    Rua Alberto Folloni, 1.400, Centro Cívico, Curitiba - PR
    Telefone: (41) 3072-2244
  • Sánchez Rios Advocacia Criminal
    R. Deputado Emílio Carlos, 87, AhúCEP 80540-080 | Curitiba – PR
    Telefone: (41) 3250-2500 - www.sanchezrios.com.br

  • Marinoni Advocacia
    Rua General Carneiro, 679,
    Centro - Curitiba – PR – CEP 80060-150
    www.marinoni.adv.br/ -  telefone: 41.3363-8090
    Filiais:
    Rua Tobias da Silva, 120/1101, 90040-000, Porto Alegre
    SHN Quadra 1, Área Especial A, Bloco A, Le Quartier, 1017/1018, 70701-010, Brasília

  • Caputo Bastos & Fruet Advogados
    SHIS QL Conjunto 11 Casa 11 Lago Sul, 71630-315, Brasília - DF
    Telefone: (61) 2105-7000
  • Casillo Advogados
    Rua Lourenço Pinto, 500 – Centro, Curitiba - PR
    Telefone: (41) 3310-6800
  • Hapner Kroetz Advogados
    Rua Lysímaco Ferreira da Costa, 80, Centro Cívico, Curitiba -  PR
    Telefone: (41) 2106-7900
  • Oliveira Pinto & Advogados Associados
    Rua Marechal Deodoro, 500 – 16º andar, Centro, Curitiba - PR
    Telefone: (41) 3232-8060
  • Vernalha Guimarães & Pereira Advogados
    Curitiba - PR: R. Mateus Leme 575 - CEP 80510-192 - Tel.: +55 41 3233-0530
    Brasília - DF: Complexo Brasil 21 - SHS Quadra 06, Conjunto C, Bloco E sala-1201 - Asa Sul - CEP 70316-000

  • Fachin Advogados Associados
    Rua Casimiro José Marques de Abreu, 172, Ahú - Curitiba/PR - CEP 82200-130
    (41) 3254-1603 - www.fachinadvogados.com.br

Continue reading

Home

Ed. 93 - Agosto de 2018

Direito Administrativo em debate

Os conteúdos de qualidade apresentados à mesa de discussões indicaram caminhos que ajudarão os agentes do Direito a atuarem em sintonia com os compromissos e interesses profundos da nação brasileira.

Leia aqui

Notícias

Ler todas as notícias

Mantenha-se informado.

Assine a para receber as atualizações do site Ações Legais.

Artigos

Fique Por Dentro

Espaço das Letras

Flagrantes do Mundo Jurídico

Candidatos ao Senado.

GUIE-SE

Encontre os melhores profissionais nos melhores escritórios

Continue reading

Apoio