Edson Vidal

S.O. S Invasão dos Ogros!

Vi com estes olhos que a terra há de comer uma convocação no Facebook, feita pela baderneira e revolucionária Benedita que me fez perder o sono:
- Companheiros vamos tomar Curitiba no Natal! Vamos estar ao lado do nosso amado lider Lula, preso injustamente, numa demonstração de quanto ele é amado por milhões de brasileiros! Vamos juntos invadir Curitiba!

À noite, deitei para dormir e meus olhos ficaram secos, nem consegui piscar, contei todos os carneirinhos que conheço, mas minhas pálpebras não fechavam nem com reza braba.

Eu só conseguia pensar:
- Meu Deus, nossa cidade será sitiada  por um bando de ogros, todos saídos do lamaçal da corrupção, espumando de ódio e pregando desordem e divisão!

E o meu sono sumiu, evaporou na escuridão do quarto. Minha mente foi invadida por milhões de assombrações, uma delas, inclusive, e levou ao tempo da faculdade. Tinha uma estudante de outra sala, que tinha carro, dava carona para suas colegas, todas elas desengonçadas e feias de dar pena.

E uma manhã quando o carro passava entre os acadêmicos de Direito, um deles gritou:
- Lá vai à jaula de javalis!

Puro bullying do início dos anos sessenta do século passado. E agora isso, uma invasão de ogros em nossa Vila de Nossa Senhora da Luz dos Pinhais. Já imaginou a “tchurma” toda do firinfinfim reunida  em plena noite de Natal no portão da Polícia Federal, tomando cerveja, comendo romopes, ovos colorido, asinha de frango e fatias de mortadela com pão, entoando ladainhas e perturbando os pobres moradores da Santa Cândida? Sinceramente, ninguém merece.

E o castigo em forma de oração capitaneado pela Benedita, com megafone na mão e puxando o coro dos puxa-sacos:
- Lula, nosso amado mestre! Nós somos o seu povo, por favor, nos guie em direção ao Nirvana. Pegue o teu cajado, vista a tua túnica branca, calce a sua sandália de pescador, aponte com o dedo inteiro o caminho, que nós lhe seguiremos a passos largos. Vamos fazer greve, grafitar as paredes, fazer coco nas ruas, incendiar os ônibus, paralisar o país, perseguir os coxinhas e comemorar juntos onde você quiser o título internacional do Atlético!

Que pesadelo, meus Deus. Curitiba Estremecerá com a concentração de militantes lulapetistas, como nunca foram vista na face da terra. A Imprensa do mundo inteiro vai veicular tão inusitado acontecimento que vai entrar para os anais da história do Brasil.

O agito será tanto que a Gleisi vai virar os olhinhos de satisfação:
- Meu doce e querido Timoneiro, viemos passar o natal ao seu lado, pena que entre nós existe uma parede do prédio que não nos permite unir nossas mãos! Que tragédia!
- Lula, está ouvindo?  Sou eu a Maria Louca, estou com você e com o livro do “Pacto de Puebla” embaixo do braço. Conte comigo, camarada. Se tiver que lutar, atire a primeira pedra!
-Oi, chefe. Feliz natal! Só passei para te dar um oi. É o Sameck, estou só de passagem. Tchau!
- Vamos agitar as massas, meu líder e senhor. Conte com a minha força bruta. Um abraço do Dr. Rosinha!
- Lula, tô aqui. Sem lenço e nem documento. Um beijo do Lindemberg!
- Camarada, se quiser nós tomamos a força o sítio de  Atibaia! Um forte abraço e feliz Nata do Stadler!
- Confrade, meu consolo. Meu apartamento de Paris está a sua disposição, se um dia você conseguir fugir! Um amplexo do FHC.
- Lula, meu mentor, estou estocando vento para você vender quando cumprir a sua pena. Vai dar um bom dinheiro. Beijos da Dilma.
- Líder, guru, meu Pelé da política, honesto honestíssimo, dou-lhe meu perdão. Caridoso abraço do seu sempre Francisco. 

E quanto eu mais pensava o meu sono desaparecia e quando amanheceu o dia, os meus olhos estavam dois tomates de vermelhos. Putz, que noite trágica.

A Benedita me nocauteou de olhos abertos. Serão que essa gente toda não vai levar de “lembrança” as bolas do pinheirinho do Parque Barigui? Não tinha pensado nisso, vou fazer um abaixo-assinado para o Juiz, desembargador ou ministro transferir o Jararaca urgente para uma cela da Penitenciária de Piraquara, só para sacanear os “vermelhinhos”. Lá ele não tem como se aproximar e nem dizer nada para o rei dos ladrões. Daí quero só ver a cara da Benedita, uma javali como poucas...

“Vão invadir Curitiba! Socorro, dezenas de “reis magos” para reverenciar um único “ladrão”! Que desperdício de gente e demonstração de mal gosto!”
Edson Vidal Pinto

Apoio