Edson Vidal

É Caso de Polícia!

Diz o velho ditado: “pau que nasce torto não tem jeito morre torto”. Parece uma sina que persegue a pessoa desde que ela nasce. Sinceramente não sei definir como apareceu a Gleisi no cenário político, confesso minha total ignorância. Eu só sei que foi candidata do PT ao Senado e conseguiu se eleger.

E quando em fui presidente do Tribunal Regional Eleitoral, ela foi candidata ao Governo do Paraná, sem nenhum problema que eu possa lembrar. Como de praxe os candidatos a cargos majoritários sempre fazem uma visita de cortesia ao Tribunal, eu a recebi na presença de todos os Juízes da Corte, alias todos os demais concorrentes foram recebidos com igual tratamento. E em todas essas audiências eu fiz questão de destacar que todos eles observassem rigorosamente a Lei Eleitoral, para evitar futuros dissabores. 

A então candidata teve um comportamento exemplar. Como sabido ela não foi eleita, o Richa acabou sendo reeleito. Ela prosseguiu com o mandato de Senadora. Depois explodiu o escândalo da Lava Jato, com os pagamentos de propinas e doações eleitorais ilegais. Neste último tópico ela acabou envolvida. Houve o Impeachment da Dilma e o Lula foi desmascarado como sendo o ladrão-mor de lesa Pátria.

Dai em diante a Senadora no ritmo da toada de seus comparsas do Senado (Requião, Lindenberg e outros de minúscula expressão) começou a fazer pronunciamentos destemperados e ideologicamente passionais. Quando então ela e o seu marido foram envolvidos no escândalo de milhões. Dai então em flagrante desespero seus pronunciamentos aumentaram de tom e de ofensas às autoridades constituídas. Linha de conduta que fez a mesma cair nas graças da Jararaca, sendo eleita presidente do PT e por encomenda Comandante do MST e Mentora dos Sindicatos.

Dai em diante foi possuída por forças estranhas e passou a conspirar contra a democracia, tudo para salvar o Lula da prisão. E o seu estado bélico e de pura sandice culminou com o último pronunciamento público, quando ameaçou que se o Lula for preso no dia 24, haverá mortes. Meu Deus, o que é isso? Apologia ao crime?  A lei Penal pune e o regime democrático não permite que ninguém afronte a lei, assim como ninguém está imune e nem acima da lei!

Não é possível que não sejam tomadas providências devidas para por termo a essas ameaças; parece que o Gilmar está fazendo escola e os Juízes e Promotores estão com ouvidos de mercadores. Nada disso é bom para o Brasil, o povo deve dar um basta e mostrar a cara, nas ruas das grandes e pequenas cidades, antes que o espírito bolivariano de um conquistador barato e matador de índios sepulte a democracia no país.

A hora não é de brincadeira, pelo contrário, ela é séria demais  tanto quanto essa frase virulenta de morte, pronunciada por uma inconsequente Senadora da República. Esta, para nossa tristeza, Infeliz moradora da nossa ordeira e hospitaleira cidade de Curitiba!

“Quem prega luta fratricida não pode nunca merecer respeito. A lei não se apieda dos maus. E a democracia não sobrevive sem o Império da Lei. Já foi a época dos coronéis e dos velhos caudilhos. Ninguém mais ganha no grito!”
Edson Vidal Pinto

Apoio